domingo, 23 de abril de 2017

Historia - Internacional x Caxias


Flagrante de um duelo entre Internacional e Caxias em 1999, no Beira-Rio.
Na foto, podemos ver Gonçalves e Dunga pelo Internacional, e Washington pelo Caxias.
Crédito: Agência RBS.

Felipão (do Caxias) e Escurinho (do Internacional), em partida da década de 1970.

Ao longo da história, Internacional e Caxias já se enfrentaram em partidas oficiais 168 vezes, com 96 vitórias do Internacional, 40 empates e 32 vitórias do Caxias, 279 gols do Internacional e 138 gols do Caxias.

Inicialmente, o Caxias se chamou Grêmio Esportivo Flamengo (até 1971). Neste período, foram 54 jogos, com 33 vitórias do Internacional, 13 empates e 8 vitórias do Flamengo, 113 gols do Internacional e 56 gols do Flamengo:
19/06/1948 - Flamengo 2 x 3 Internacional - Quinta dos Pinheiros (Caxias do Sul)
06/03/1949 - Flamengo 1 x 2 Internacional - Chacrinha (Caxias do Sul)
01/05/1951 - Internacional 3 x 2 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
03/06/1951 - Internacional 4 x 3 Flamengo - Tiradentes (Porto Alegre)
26/02/1954 - Internacional 2 x 1 Flamengo - Tiradentes (Porto Alegre)
21/03/1954 - Flamengo 1 x 2 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
01/08/1954 - Flamengo 1 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
28/11/1954 - Internacional 5 x 1 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
30/03/1955 - Internacional 3 x 2 Flamengo - Tiradentes (Porto Alegre)
12/06/1955 - Internacional 7 x 1 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
11/09/1955 - Flamengo 0 x 4 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
11/03/1956 - Flamengo 1 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
15/07/1956 - Internacional 5 x 0 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
04/08/1957 - Internacional 2 x 1 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
08/12/1957 - Flamengo 0 x 2 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
27/11/1958 - Internacional 2 x 3 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
05/01/1959 - Internacional 2 x 1 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
07/06/1959 - Flamengo 3 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
28/06/1959 - Flamengo 0 x 4 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
15/11/1959 - Internacional 3 x 0 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
20/09/1960 - Internacional 4 x 3 Flamengo - Tiradentes (Porto Alegre)
04/03/1961 - Flamengo 1 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
29/03/1961 - Internacional 1 x 1 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
02/07/1961 - Flamengo 0 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
19/11/1961 - Internacional 1 x 0 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
03/06/1962 - Internacional 0 x 0 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
14/10/1962 - Flamengo 3 x 2 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
21/04/1963 - Flamengo 2 x 0 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
22/09/1963 - Flamengo 1 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
13/10/1963 - Internacional 1 x 2 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
01/03/1964 - Flamengo 1 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
29/03/1964 - Flamengo * x * Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul) (****)
12/07/1964 - Flamengo 2 x 3 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
13/09/1964 - Internacional 1 x 0 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
04/07/1965 - Internacional 2 x 0 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
28/11/1965 - Flamengo 0 x 2 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
27/02/1966 - Flamengo 0 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
04/09/1966 - Internacional 0 x 0 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
08/12/1966 - Flamengo 2 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
25/01/1968 - Flamengo 0 x 5 Internacional - Alfredo Jaconi (Caxias do Sul)
22/05/1969 - Internacional 1 x 1 Flamengo - Beira-Rio (Porto Alegre)
08/06/1969 - Flamengo 0 x 0 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
15/10/1969 - Internacional 1 x 0 Flamengo - Beira-Rio (Porto Alegre)
02/08/1970 - Flamengo 0 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
13/09/1970 - Internacional 2 x 0 Flamengo - Beira-Rio (Porto Alegre)
28/02/1971 - Internacional 0 x 0 Flamengo - Beira-Rio (Porto Alegre)
11/07/1971 - Flamengo 0 x 0 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
21/07/1971 - Internacional 1 x 1 Flamengo - Beira-Rio (Porto Alegre)

(*) Algumas fontes listam o jogo de 08/06/1950 como empate em 1 a 1. Na verdade, de acordo com o relato do jornal "O Momento", o jogo, disputado no feriado de Corpus Christi, terminou com vitória do Internacional por 2 a 1, de virada, gols de Martins para o Flamengo e Huguinho e Herculano para o Internacional.
(**) A vitória do dia 16/08/1953 teria sido o 1000º jogo da história do Internacional, de acordo com publicação do site do clube em 2007.
(***) O jogo de 09/03/1958, vitória de 2 a 0 do Flamengo de Caxias, está apontado erradamente em algumas listas como vitória de 2 a 0 do Internacional. Foi o Flamengo que venceu a partida, com gols de Rodolfo Ghizzoni, de pênalti, aos 40 do 1º tempo, e Danúbio, aos 42 do 1º tempo, conforme noticiado nos jornais gaúchos daquela semana.
(****) Algumas fontes listam erradamente o jogo de 29/03/1964 com o placar de 0 a 0. A partida estava programada, mas não foi realizada, devido ao mau tempo. O Internacional nem chegou a viajar para Caxias do Sul, conforme reportagem do Jornal do Dia.

Em 14 de dezembro de 1971, devido a dificuldades financeiras, o Grêmio Esportivo Flamengo se uniu ao rival Juventude (que também enfrentava problemas). A fusão deu origem à Associação Caxias de Futebol, que durou até 1975. Nesse período, foram 10 jogos entre o Internacional e a Associação Caxias, com 7 vitórias do Internacional e 3 empates, 18 gols do Internacional e 2 gols da Associação Caxias:
29/04/1972 - Internacional 4 x 0 Associação Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
23/07/1972 - Associação Caxias 0 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
01/05/1973 - Internacional 4 x 0 Associação Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
15/07/1973 - Associação Caxias 0 x 0 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
08/09/1974 - Internacional 1 x 0 Associação Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
24/11/1974 - Associação Caxias 0 x 3 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
08/06/1975 - Associação Caxias 0 x 0 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
16/07/1975 - Internacional 2 x 0 Associação Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre) (*)
27/07/1975 - Associação Caxias 0 x 1 Internacional - Alfredo Jaconi (Caxias do Sul)
03/08/1975 - Associação Caxias 2 x 2 Internacional - Alfredo Jaconi (Caxias do Sul)

(*) No jogo de 16/07/1975, pela primeira rodada da fase semifinal do Campeonato Gaúcho, o Internacional completou 41 jogos consecutivos invicto no Beira-Rio, com 32 vitórias e 9 empates, 101 gols-pró e 13 gols-contra. Foi também a 20ª vitória consecutiva do Internacional no seu estádio. As sequências terminariam na partida seguinte (23/07/1975 - Internacional 1 x 3 Grêmio).

Em 1975, o Juventude voltou ter um time separado, e uma assembleia votou a troca do nome para Sociedade Esportiva e Recreativa Caxias do Sul e a volta do uniforme nas cores grená, azul e branco. Desde então, Caxias e Internacional já se enfrentaram 104 vezes, com 56 vitórias do Internacional, 24 empates e 24 vitórias do Caxias, 148 gols do Internacional e 80 gols do Caxias:
25/04/1976 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
05/08/1976 - Internacional 4 x 2 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
15/08/1976 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
12/09/1976 - Caxias 2 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul) (*)
10/11/1976 - Internacional 2 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre) (*)
27/02/1977 - Caxias 0 x 1 Internacional - ??? (Caxias do Sul)
22/05/1977 - Internacional 3 x 2 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
31/07/1977 - Caxias * x * Internacional - Centenário (Caxias do Sul) (*******)
09/08/1977 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul) (*******)
11/09/1977 - Internacional 0 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
13/11/1977 - Internacional 1 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre) (*)
11/03/1978 - Caxias 1 x 0 Internacional - ??? (Caxias do Sul)
30/04/1978 - Caxias 2 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul) (*)
08/10/1978 - Internacional 1 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
25/10/1978 - Caxias 1 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
12/11/1978 - Internacional 1 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
10/12/1978 - Caxias 0 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
08/04/1979 - Caxias 1 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
24/06/1979 - Internacional 2 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
15/08/1979 - Internacional 2 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
09/09/1979 - Caxias 1 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
03/08/1980 - Caxias 2 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
12/10/1980 - Internacional 2 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
14/06/1981 - Internacional 0 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
04/10/1981 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
18/10/1981 - Internacional 1 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
11/11/1981 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
31/08/1982 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
29/09/1982 - Internacional 1 x 2 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
26/07/1983 - Internacional 0 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
29/09/1983 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
19/09/1984 - Caxias 1 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
04/11/1984 - Internacional 4 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
21/05/1985 - Internacional 2 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
01/06/1985 - Caxias 0 x 3 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
02/10/1985 - Internacional 2 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
23/10/1985 - Caxias 1 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
02/03/1986 - Caxias 0 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
16/04/1986 - Internacional 5 x 3 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
05/03/1987 - Caxias 0 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
25/03/1987 - Caxias 2 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
01/04/1987 - Internacional 1 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
13/05/1987 - Internacional 3 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
18/06/1987 - Internacional 2 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
08/07/1987 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
03/03/1988 - Caxias 1 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
01/05/1988 - Internacional 1 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
01/06/1988 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
26/03/1989 - Caxias 1 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
16/04/1989 - Internacional 0 x 2 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
21/05/1989 - Internacional 2 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
11/06/1989 - Caxias 0 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
15/04/1990 - Caxias 0 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
22/06/1990 - Internacional 1 x 3 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre) (*****)
11/07/1990 - Caxias 2 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
25/07/1990 - Internacional 0 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
07/07/1991 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
14/07/1991 - Internacional 0 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
06/10/1991 - Caxias 1 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
27/09/1992 - Internacional 3 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
22/11/1992 - Caxias 1 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
17/12/1992 - Internacional 3 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre) (****)
13/03/1994 - Caxias 0 x 4 Internacional - Alfredo Jaconi (Caxias do Sul)
12/07/1994 - Caxias 1 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
18/11/1994 - Internacional 0 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
20/02/1995 - Internacional 2 x 2 Caxias - ??? (Porto Alegre)
29/04/1995 - Caxias 0 x 1 Internacional - ??? (Caxias do Sul)
06/04/1996 - Caxias 2 x 1 Internacional - Homero Soldatelli (Flores da Cunha)
15/02/1997 - Internacional 1 x 1 Caxias - Antônio Sessim (Cidreira)
04/02/1999 - Internacional 0 x 2 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
18/02/1999 - Caxias 0 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
16/04/1999 - Internacional 0 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
24/04/1999 - Caxias 1 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
15/04/2000 - Caxias 2 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
21/05/2000 - Internacional 4 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
07/03/2001 - Internacional 2 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
14/04/2001 - Caxias 1 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
25/07/2001 - Internacional 0 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
15/02/2003 - Caxias 3 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
24/02/2003 - Internacional 1 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
28/01/2006 - Internacional 2 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
02/02/2006 - Caxias 1 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
04/03/2006 - Internacional 2 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
12/03/2006 - Caxias 0 x 3 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
15/11/2007 - Internacional 0 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre) (******)
18/11/2007 - Caxias 2 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul) (******)
13/04/2008 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
20/04/2008 - Internacional 2 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
15/02/2009 - Internacional 5 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
19/04/2009 - Internacional 8 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre) (**)
20/09/2009 - Caxias 0 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul) (******)
31/10/2009 - Internacional 0 x 1 Caxias - Suplementar do Beira-Rio (Porto Alegre) (******)
28/03/2010 - Caxias 2 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
13/03/2011 - Caxias 3 x 3 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
12/02/2012 - Caxias 0 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
06/05/2012 - Caxias 1 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul) (***)
13/05/2012 - Internacional 2 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre) (***)
13/02/2013 - Caxias 0 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
15/02/2014 - Internacional 4 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
26/03/2014 - Internacional 3 x 0 Caxias - Estádio do Vale (Novo Hamburgo)
14/02/2015 - Caxias 1 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
10/11/2016 - Internacional 3 x 1 Caxias - Morada dos Quero-Queros (Alvorada) (******)
13/11/2016 - Caxias 1 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul) (******)
15/04/2017 - Internacional 1 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
23/04/2017 - Caxias x Internacional - Centenário (Caxias do Sul)

(*) Os jogos de 12/09/1976, 10/11/1976, 13/11/1977 e 30/04/1978 foram os únicos confrontos pela 1ª divisão do Campeonato Brasileiro. O jogo de 12 de setembro de 1976 foi a inauguração oficial do Estádio Centenário, que antes da ampliação era chamado de Baixada Rubra, em Caxias do Sul.
(**) O jogo de 19/04/2009 foi a final do 2º turno do Campeonato Gaúcho de 2009. Como já havia conquistado o 1º turno, o Internacional sagrou-se bicampeão estadual. Também é a maior goleada da história do confronto (8 a 1).
(***) Os jogos de 06/05/2012 e 13/05/2012 foram as duas partidas da decisão do Campeonato Gaúcho de 2012. O Internacional sagrou-se bicampeão estadual.
(****) O jogo de 17/12/1992 valeu vaga na decisão do Campeonato Gaúcho. O Caxias tinha a vantagem do empate, mas o Internacional conseguiu a vitória por 3 a 1 e a classificação para a final.
(*****) O jogo de 22/06/1990 teve um momento desesperador: o goleiro Barbirotto, do Caxias, sofreu traumatismo craniano e teve uma parada cardíaca, após um choque com o zagueiro Marques, seu companheiro de equipe. Enquanto ele era atendido pelos médicos, os atletas dos dois clubes choravam no gramado. O jogo, que estava 2 a 0 para o Caxias, prosseguiu até o fim, terminando 3 a 1. Barbirotto foi operado naquela madrugada, e ficou bem: continuou sua carreira até 1992, e depois foi treinador de goleiros de vários clubes, no Brasil e no Japão.
(******) Nos jogos de 15 e 18 de novembro de 2007, pela Copa FGF; de 20 de setembro e 31 de outubro de 2009 pela Copa FGF; e de 10 e 13 de novembro de 2016, pela semifinal da Super Copa Gaúcha, o Internacional atuou com seu time B. Porém, como se trata de competições oficiais sem restrições de escalação, as partidas estão sendo contabilizadas na estatística do confronto.
(*******) O jogo agendado para 31 de julho de 1977 foi adiado devido ao mau tempo, tendo sido realizado em 9 de agosto.

Observações adicionais:

I) Em dezembro de 1947, houve dois duelos pelo Campeonato de Aspirantes, não configurando assim confrontos entre os times profissionais - portanto, não estão sendo contabilizados para a estatística:
13/12/1947 - Internacional 1 x 1 Flamengo - Montanha (Porto Alegre)
21/12/1947 - Flamengo 1 x 5 Internacional - Quinta dos Pinheiros (Caxias do Sul)
Também não está contabilizado o duelo pela Copa São Paulo de Juniores em 1994:
16/01/1994 - Internacional 1 x 0 Caxias - Aldevio Barbosa de Lemos (Campo Limpo Paulista)

II) Não estão sendo contabilizados na estatística os jogos de menor duração, válidos por Torneios Início e similares, listados abaixo: 
18/04/1954 - Internacional 0 x 0 Flamengo [PK 1 x 2] - Montanha (Porto Alegre) (*)
18/05/1958 - Internacional 0 x 0 Flamengo [PK 4 x 5] - Olímpico (Porto Alegre)
(*) Em 18/04/1954, o Internacional atuou no Torneio Início com um time reserva, uma vez que a equipe titular estava disputando um jogo no Rio de Janeiro (Fluminense 2 x 1 Internacional, no Maracanã).

III) De acordo com uma fonte relacionada ao Caxias, houve jogos amistosos nos dias 19/09/1954 (Flamengo 1 x 2 Internacional, em Caxias do Sul) e 30/05/1955 (Internacional 3 x 2 Flamengo, em Porto Alegre). No entanto, estas partidas não aparecem em outras fontes. Além disso, o Internacional jogou partidas em outros lugares, em datas adjacentes. Portanto, não estou considerando estes supostos resultados para a estatística.

IV) De acordo com uma fonte relacionada ao Internacional, teria acontecido um jogo amistoso em 05/04/1959 - Internacional 1 x 0 Flamengo. No entanto, esta partida não aparece em outras fontes. Além disso, no dia seguinte, o Internacional empatou em 1 a 1 com o Fluminense, no Estádio dos Eucaliptos, em Porto Alegre. O Caxias também teria jogado, contra o Hercílio Luz, no próprio dia 5. Portanto, não estou considerando este jogo.

V) O jogo de 17/11/1968 - Internacional 4 x 0 Flamengo, no Olímpico (Porto Alegre) - que aparece em algumas listas na internet, foi contra o Flamengo do Rio de Janeiro, pelo Campeonato Brasileiro, e obviamente não deve ser considerado neste histórico de confronto.

VI) Houve um jogo-treino no CT do Beira-Rio, no dia 17/04/2004, em que os reservas do Internacional venceram o Caxias por 2 a 0. Como não foi uma partida oficial, não está sendo contabilizada na estatística.

VII) O site Zero Hora aponta, até o jogo de 15/04/2017, 164 jogos, com 95 vitórias do Internacional, 38 empates e 31 vitórias do Caxias, 273 gols do Internacional e 136 gols do Caxias. Minha estatística tem 4 jogos, 1 vitória do Internacional, 2 empates, 1 vitória do Caxias, 6 gols do Internacional e 2 gols do Caxias a mais. Não tive como verificar quais são as divergências, porque o Zero Hora publica apenas as estatísticas, sem a lista de jogos.

PCFilho

Históricos de outros confrontos gaúchos:
- História - Caxias x Juventude.
- História - Grêmio x Internacional.

Ficha Técnica: Internacional 1 x 0 Caxias (15/04/2017)

Foto: Ricardo Duarte (Internacional).

15/04/2017 - Internacional 1 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
Motivo: Campeonato Gaúcho 2017, semifinal, jogo de ida.
Público: 21.154 presentes (18.278 pagantes, 1.607 menores e 1.269 não-pagantes).
Renda: R$ 714.277,50.
Árbitro: Roger Goulart (RS).
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Lúcio Beiersdorf Flor (RS).
Internacional: Marcelo Lomba; William, Léo Ortiz, Víctor Cuesta e Carlinhos; Rodrigo Dourado, Uendel (Anselmo), Andrés D'Alessandro (Alemão) e Nico López (Valdívia); Roberson e Brenner. Técnico: Antônio Carlos Zago.
Caxias: Marcelo Pitol, Gian, Edson Borges, Geninho e Márcio Goiano (Laércio); Marabá, Elyeser, Wagner e Reis; Júlio César (Jefferson Kanu) e Gilmar (Nícolas). Técnico: Luís Carlos Winck.
Gol:
1-0: Rodrigo Dourado, aos 18 do 1º tempo.
Cartões amarelos: Rodrigo Dourado, Roberson, William e Valdívia (Internacional); Marcelo Pitol, Wagner e Gian (Caxias).
Cartão vermelho: William (Internacional), aos 21 do 2º tempo.

****

A partida de volta da semifinal do Campeonato Gaúcho será disputada neste domingo 23, no Estádio Centenário, em Caxias do Sul.

****

Internacional e Caxias já se enfrentaram em partidas oficiais 168 vezes, com 96 vitórias do Internacional, 40 empates e 32 vitórias do Caxias, 279 gols do Internacional e 138 gols do Caxias. Para conferir a lista de resultados, vide meu post História - Internacional x Caxias.

PCFilho

Programação da Loteca - Concurso 747


Amigos e amigas, confiram abaixo a programação com as 14 partidas do concurso número 747 da Loteca, a loteria esportiva da Caixa Econômica Federal. Elas serão disputadas no sábado 29 e no domingo 30 de abril:
<<< EM BREVE AQUI >>>

(A Caixa optou por definir as partidas deste concurso somente na segunda-feira 24, para aguardar os resultados do fim de semana e poder relacionar partidas das fases decisivas dos principais campeonatos estaduais. Assim, a captação das apostas iniciar-se-á na manhã da terça-feira 25, estendendo-se até as 14:00 de Brasília do sábado 29.)

Confiram, também em breve aqui, os porcentuais estimados de apostas para os 14 jogos. Os porcentuais são a base do método de apostas que explico no e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva. Interessados, por favor entrar em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com, ou nos comentários abaixo. Ainda é possível adquirir o e-book com desconto.

Em cada um dos 14 jogos, o apostador deve escolher um dos três resultados possíveis: coluna 1 (vitória do mandante), coluna do meio (empate) ou coluna 2 (vitória do visitante). A aposta mínima na Loteca dá direito a um palpite duplo e custa R$ 2,00 (dois reais). Para cada palpite duplo marcado a mais, multiplica-se o preço da aposta por 2. Para cada palpite triplo marcado a mais, multiplica-se o preço da aposta por 3. Exemplos:
- uma aposta com 1 palpite duplo e 1 palpite triplo custa R$ 2,00 × 3 = R$ 6,00 (seis reais).
- uma aposta com 2 palpites duplos e 2 palpites triplos custa R$ 2,00 × 2 × 3 × 3 = R$ 36,00 (trinta e seis reais).
- uma aposta com 4 palpites duplos e 1 palpite triplo custa R$ 2,00 × 2 × 2 × 2 × 3 = R$ 48,00 (quarenta e oito reais).

Recomendamos que os leitores registrem seus bilhetes com a máxima antecedência possível, a fim de evitar filas e outros transtornos.

A estimativa de prêmio para um ganhador único com 14 acertos neste concurso 747 da Loteca é de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais). Os rateios das premiações para as faixas de 14 e 13 acertos serão divulgados pela Caixa Econômica Federal em seu site, na tarde da terça-feira, dia 2 de maio.

Abaixo, a seção dos comentários está sempre aberta para que vocês façam suas observações. Qual será a grande zebra da rodada? Qual time não perderá de jeito nenhum? Esperamos as suas opiniões! Muito obrigado a todos vocês pelo prestígio a este blog Jornalheiros! Apostem com moderação, e boa sorte rumo aos 14 acertos!

PCFilho

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Ficha Técnica: Goiás 2 x 1 Fluminense (13/04/2017)

Foto: Twitter.

13/04/2017 - Goiás 2 x 1 Fluminense - Serra Dourada (Goiânia)
Motivo: Copa do Brasil 2017, 4ª fase, jogo de ida.
Público: 16.190 presentes (15.005 pagantes).
Renda: R$ 194.220,00.
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP).
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP).
Goiás: Marcelo Rangel; Hélder (Michael), Fábio Sanches, Everton Sena e Jefferson (Aylon); Victor Bolt (Jean Carlos), Patrick, Léo Sena e Tiago Luís; Carlos Eduardo e Léo Gamalho. Técnico: Sílvio Criciúma.
Fluminense: Diego Cavalieri; Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo Pelé; Jefferson Orejuela, Wendel e Júnior Sornoza (Júlio César); Wellington Silva, Henrique Dourado (Pedro) e Marcos Júnior (Marquinhos Calazans). Técnico: Abel Braga.
Gols:
0-1: Marcos Júnior, aos 9 do 1º tempo;
1-1: Jean Carlos, aos 38 do 2º tempo;
2-1: Léo Gamalho, de pênalti, aos 42 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Hélder, Patrick, Carlos Eduardo, Michael e Victor Bolt (Goiás); Pedro, Renato Chaves, Henrique e Lucas (Fluminense).
Cartões vermelhos: Diego Cavalieri (Fluminense), aos 40 do 1º tempo; Carlos Eduardo (Goiás), aos 46 do 2º tempo.

****

Mais uma vez, o Fluminense foi escandalosamente prejudicado pela arbitragem. A expulsão do goleiro Diego Cavalieri, ainda no primeiro tempo, foi equivocada, porque o atacante Carlos Eduardo não corria em direção ao gol, condição necessária para o cartão vermelho. Antes ainda na partida, Hélder havia cometido falta violentíssima em Wendel, sendo punido apenas com o cartão amarelo.

Para coroar a "excelente" atuação, nos minutos finais o árbitro paulista Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza assinalou pênalti inexistente para o Goiás, em lance de simulação clara do atacante Aylon. A cobrança foi convertida por Léo Gamalho, decretando a virada do Goiás. Em resumo: a partir da expulsão de Diego Cavalieri, o Fluminense jogou com 10 homens, contra 14...

****

O gol do atacante Marcos Júnior foi o 24º dele em 162 jogos pelo Fluminense (vale ressalvar que, em mais da metade desses jogos, ele entrou no decorrer do 2º tempo).

****

Esta foi a primeira expulsão do goleiro Diego Cavalieri em 327 partidas defendendo a meta do Fluminense.

****

O Fluminense já conquistou a Copa do Brasil uma vez, no ano de 2007. Até hoje, o Tricolor disputou 132 jogos pela competição nacional, com 68 vitórias, 36 empates e 28 derrotas, 239 gols-pró e 149 gols-contra. Para conferir as campanhas detalhadas do Tricolor na competição, vide meu post História - Fluminense na Copa do Brasil.

****

Este foi o 56º duelo entre Fluminense e Goiás, com 24 vitórias do Fluminense, 15 empates e 17 vitórias do Goiás, 82 gols tricolores e 80 gols esmeraldinos. A lista de resultados pode ser conferida no meu post História - Fluminense x Goiás.

****

A partida de volta do confronto acontece nesta quinta-feira 19, às 21:45, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. O Fluminense se classificará com vitória por 1 a 0, ou por 2 ou mais gols de diferença. Caso o Tricolor vença por 2 a 1, a vaga nas oitavas-de-final da Copa do Brasil será decidida em definição por pênaltis.

PCFilho

Ficha Técnica: São Paulo 0 x 2 Cruzeiro (13/04/2017)

Foto: Agência Estado.

13/04/2017 - São Paulo 0 x 2 Cruzeiro - Morumbi (São Paulo)
Motivo: Copa do Brasil 2017, 4ª fase, jogo de ida.
Público: 43.662 pagantes.
Renda: R$ 1.065.916,00.
Árbitro: Anderson Daronco (RS).
Auxiliares: Rafael Alves (RS) e Leirson Peng Martins (RS).
São Paulo: Renan Ribeiro; Julio Buffarini (Felipe Araruna), Maicon, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei, Thiago Mendes e Cícero (Gilberto); Wellington Nem (Thomaz), Lucas Pratto e Luiz Araújo. Técnico: Rogério Ceni.
Cruzeiro: Rafael; Mayke, Léo, Manoel e Diogo Barbosa; Ariel Cabral, Hudson (Lucas Romero), Rafinha, Thiago Neves (Alisson) e Arrascaeta; Ramón Ábila (Raniel). Técnico: Mano Menezes.
Gols:
0-1: Lucas Pratto (contra), aos 16 do 2º tempo;
0-2: Hudson, aos 24 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Jucilei e Thiago Mendes (São Paulo); Ariel Cabral e Ramón Ábila (Cruzeiro).

****

O São Paulo tem vantagem no retrospecto histórico contra o Cruzeiro. A lista de resultados pode ser conferida no meu post História - Cruzeiro x São Paulo.

****

O Cruzeiro agora soma 139 jogos na história da Copa do Brasil, com 74 vitórias, 35 empates e 30 derrotas, 282 gols-pró e 136 gols-contra. O clube mineiro conquistou a competição quatro vezes em sua história (nos anos de 1993, 1996, 2000 e 2003). Vale lembrar que o Cruzeiro foi campeão também da Taça Brasil de 1966, competição equivalente na época.

****

O jogo de volta do confronto está marcado para esta quinta-feira 19, às 19:30, no Mineirão, em Belo Horizonte. O São Paulo classificar-se-á com qualquer vitória por pelo menos 2 gols de diferença, exceto 2 a 0, placar que provocará a definição por pênaltis.

PCFilho

Palpites da Loteca - Concurso 746


Amigos e amigas, seguem abaixo os porcentuais estimados de apostas nas 14 partidas que compõem o concurso número 746 da Loteca. Em cada jogo, o primeiro porcentual refere-se à vitória do time mandante, o segundo porcentual refere-se ao empate, e o terceiro porcentual refere-se à vitória do time visitante:
1) Corinthians x São Paulo (60% 25% 15%)
2) Náutico x Sport Recife (35% 45% 20%)
3) Criciúma x Chapecoense (25% 35% 40%)
4) Goiás x Atlético Goianiense (55% 30% 15%)
5) Caxias x Internacional (30% 40% 30%)
6) Bahia x Fluminense de Feira (90% 5% 5%)
7) Vitória x Vitória da Conquista (90% 5% 5%)
8) Paysandu x São Raimundo/PA (80% 15% 5%)
9) Mogi Mirim x Rio Preto (45% 35% 20%)
10) Figueirense x Metropolitano de Blumenau (70% 20% 10%)
11) Ceará x Guarani de Juazeiro (85% 10% 5%)
12) Salgueiro x Santa Cruz (35% 30% 35%)
13) Novo Hamburgo x Grêmio (25% 30% 45%)
14) Palmeiras x Ponte Preta (75% 15% 10%)

As apostas neste concurso podem ser registradas até as 14:00 de Brasília do sábado 22 (exceto na sexta-feira 21, feriado nacional). A estimativa de prêmio para um ganhador único com 14 acertos no concurso 746 da Loteca é de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais). Os rateios das premiações para as faixas de 14 e 13 acertos serão divulgados pela Caixa Econômica Federal em seu site, na tarde da segunda-feira, dia 24 de abril.

Muito obrigado a todos vocês pelo prestígio a este blog Jornalheiros, e boa sorte rumo aos 14 acertos! Apostem com moderação!

PCFilho

PS: estou terminando de escrever o e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando minuciosamente a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva. Interessados, por favor entrar em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com, ou nos comentários abaixo. Ainda é possível adquirir o e-book com desconto.

Ficha Técnica: Atlético Mineiro 5 x 2 Sport Boys (13/04/2017)

Foto: Washington Alves (Reuters).

13/04/2017 - Atlético Mineiro 5 x 2 Sport Boys da Bolívia - Independência (Belo Horizonte)
Motivo: Copa Libertadores 2017, 1ª fase, 2ª rodada.
Público: 18.402 pagantes.
Renda: R$ 1.305.814,00.
Árbitro: José Ramón Argote Vega (Venezuela).
Auxiliares: Luis Murillo (Venezuela) e Franchescoly Chacon (Venezuela).
Atlético Mineiro: Giovanni; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias e Rómulo Otero (Rafael Moura); Luan (Juan Cazares), Fred e Robinho (Danilo Barcelos). Técnico: Roger Machado.
Sport Boys da Bolívia: Carlos Arias; Cristian Coimbra, Grenddy Perozo e Rosauro Rivero; Juan Zampiery, Danny Bejarano, Jherson Córdoba (José Castillo), Leandro Ferreira, Alexis Messidoro (Edivaldo Rojas) e Sanchéz Capdevilla; Carlos Tenório (Juan Vogliotti). Técnico: Xabier Azkargorta.
Gols:
1-0: Robinho, aos 5 do 1º tempo;
1-1: Carlos Tenório, aos 10 do 1º tempo;
1-2: Alexis Messidoro, aos 9 do 2º tempo;
2-2: Fred, aos 26 do 2º tempo;
3-2: Fred, aos 29 do 2º tempo;
4-2: Fred, aos 41 do 2º tempo;
5-2: Fred, aos 47 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Elias (Atlético Mineiro); Carlos Tenório, Jherson Córdoba e Juan Vogliotti (Sport Boys da Bolívia).

****

Com quatro gols entre os 26 e os 47 minutos do segundo tempo, o centroavante Fred decidiu o jogo para o Atlético Mineiro. Ele agora tem 16 gols marcados em 13 jogos pelo Atlético Mineiro na temporada de 2017. Com a camisa do Galo, ele já tem 28 gols em 41 partidas disputadas.

Na história da Copa Libertadores, Fred tem 13 gols (8 pelo Fluminense e 5 pelo Atlético Mineiro).

****

Esta foi a terceira partida na carreira de Fred em que ele marcou 4 gols: ele já havia alcançado a façanha nos jogos Cruzeiro 7 x 0 Sergipe (2005) e Fluminense 5 x 4 Grêmio (2011). Foi o décimo-sexto* hat-trick da carreira de Fred:
1º. 23/02/2003 – América MG 6 x 1 URT - Independência (Belo Horizonte) (3 gols)
2º. 21/06/2003 – América MG 4 x 1 CRB - Independência (Belo Horizonte) (3 gols)
3º. 02/10/2004 – Cruzeiro 5 x 0 Ponte Preta - Mineirão (Belo Horizonte) (3 gols)
4º. 16/02/2005 – Cruzeiro 7 x 0 Sergipe - Mineirão (Belo Horizonte) (4 gols)
5º. 27/02/2005 – Cruzeiro 4 x 0 América MG - Mineirão (Belo Horizonte) (3 gols)
6º. 11/03/2005 – Valério 1 x 5 Cruzeiro - Israel Pinheiro (Itabira) (3 gols) 
7º. 18/05/2005 – Cruzeiro 5 x 0 Baraúnas - Mineirão (Belo Horizonte) (3 gols)
8º. 13/05/2006 – Lyon 8 x 1 Le Mans - Stade Gerland (Lyon, França) (3 gols)
9º. 22/04/2010 – Fluminense 3 x 2 Portuguesa - Maracanã (Rio de Janeiro) (3 gols)
10º. 03/02/2011 – Fluminense 3 x 1 Duque de Caxias - Engenhão (Rio de Janeiro) (3 gols)
11º. 13/10/2011 – Fluminense 3 x 1 Coritiba - Engenhão (Rio de Janeiro) (3 gols)
12º. 16/11/2011 – Fluminense 5 x 4 Grêmio - Engenhão (Rio de Janeiro) (4 gols)
13º. 20/11/2011 – Figueirense 0 x 4 Fluminense - Orlando Scarpelli (Florianópolis) (3 gols)
--º. 11/11/2012 – Palmeiras 2 x 3 Fluminense - Prudentão (Presidente Prudente) (2 gols)*
14º. 11/02/2016 – Madureira 3 x 3 Fluminense - Moacyrzão (Macaé) (3 gols)
16º. 13/04/2017 – Atlético Mineiro 5 x 2 Sport Boys BOL - Independência (Belo Horizonte) (4 gols)
* Para alguns, Fred tem 17 hat-tricks na carreira. Na súmula do jogo de 11/11/2012, foram considerados somente dois gols para Fred, embora o gol-contra do Palmeiras tenha se originado em um chute dele, desviado em um zagueiro.

****

Para conhecer os detalhes da história do Galo na principal competição sul-americana de clubes, vide meu post História - Atlético Mineiro na Copa Libertadores.

PCFilho

Ficha Técnica: Atlético Nacional 0 x 2 Botafogo (13/04/2017)

Foto: Raúl Arboleda (AFP).

13/04/2017 - Atlético Nacional 0 x 2 Botafogo - Atanasio Girardot (Medellín)
Motivo: Copa Libertadores 2017, 1ª fase, 2ª rodada.
Público: 40.638 presentes.
Renda: n/d.
Árbitro: Ulises Mereles (Paraguai).
Auxiliares: Rodney Aquino (Paraguai) e Carlos Cáceres (Paraguai)
Atlético Nacional: Franco Armani; Daniel Bocanegra, Francisco Nájera (Cristian Dájome), Alexis Henríquez e Farid Díaz; Diego Arias, Alejandro Bernal (Aldo Ramírez), Dayro Moreno (Jhon Mosquera), Macnelly Torres e Andrés Ibargüen; Luis Carlos Ruiz. Técnico: Reinaldo Rueda.
Botafogo: Gatito Fernández; Emerson, Joel Carli, Emerson Silva e Victor Luis; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, João Paulo e Camilo (Fernandes); Rodrigo Pimpão (Guilherme) e Roger Rodrigues (Sassá). Técnico: Jair Ventura.
Gols:
0-1: Camilo, aos 39 do 1º tempo;
0-2: Guilherme, aos 47 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Macnelly Torres (Atlético Nacional); Emerson Santos, Gatito Fernández e Sassá (Botafogo).

****

Com a vitória em Medellín, o Botafogo encerrou uma incômoda escrita: não vencia um jogo de competição fora do território brasileiro há quase 21 anos. A última vitória alvinegra no exterior, em jogos válidos por competição, havia sido no dia 8 de agosto de 1996, sobre o Deportivo La Coruña, por 2 a 1, na semifinal do Torneio Teresa Herrera, na Espanha. Os gols do Botafogo na ocasião foram marcados por Bentinho e Túlio Maravilha. Desde então, haviam sido 15 jogos válidos por competição no exterior, com 4 empates e 11 derrotas:
10/08/1996 - Juventus 4 x 4 Botafogo [PK 0 x 3] - Riazor (La Coruña, Espanha)
24/07/1999* - Roma 1 x 0 Botafogo - Ernst-Happel-Stadion (Viena, Áustria)
24/07/1999* - Werder Bremen 0 x 0 Botafogo - Ernst-Happel-Stadion (Viena, Áustria)
27/09/2007 - River Plate 4 x 2 Botafogo - Monumental de Núñez (Buenos Aires, Argentina)
24/09/2008 - América de Cali 1 x 0 Botafogo - Pascual Guerrero (Cali, Colômbia)
21/10/2008 - Estudiantes 2 x 0 Botafogo - Ciudad de La Plata (La Plata, Argentina)
30/09/2009 - Emelec 2 x 1 Botafogo - George Capwell (Guayaquil, Equador)
21/10/2009 - Cerro Porteño 2 x 1 Botafogo - General Pablo Rojas (Asunción, Paraguai)
* observação: estes dois jogos de 24/07/1999 duraram apenas 45 minutos cada.

****

O Botafogo já disputou 38 jogos na história da Copa Libertadores, com 18 vitórias, 7 empates e 13 derrotas, 59 gols-pró e 49 gols-contra. As campanhas detalhadas podem ser conferidas no meu post História - Botafogo na Copa Libertadores.

O próximo compromisso alvinegro na Copa Libertadores será na quinta-feira 20, no Estádio Monumental Isidro Romero Carbo, em Guayaquil, contra o Barcelona local.

PCFilho

terça-feira, 18 de abril de 2017

Xadrez - Mate em 2!

Paulo Cezar Filho, Jornalheiros, 18/04/2017.
Código FEN: 8/8/8/3Q4/8/1K6/4k1N1/8 w - - 0 1.

As Brancas jogam e dão xeque-mate em 2 lances!

(White to play and give checkmate in 2 moves!)

PCFilho

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Ficha Técnica: Palmeiras 3 x 2 Peñarol (12/04/2017)

Foto: Twitter.

12/04/2017 - Palmeiras 3 x 2 Peñarol - Allianz Parque (São Paulo)
Motivo: Copa Libertadores 2017, 1ª fase, 3ª rodada.
Público: 38.483 pagantes.
Renda: R$ 2.582.842,67.
Árbitro: Roddy Zambrano (Equador).
Auxiliares: Luis Vera (Equador) e Juan Macias (Equador).
Palmeiras: Fernando Prass; Fabiano, Yerry Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo (Thiago Santos), Willian, Tchê Tchê e Alejandro Guerra (Keno); Dudu e Miguel Borja (Michel Bastos). Técnico: Eduardo Baptista.
Peñarol: Gastón Guruceaga; Hernán Petrik, Yeferson Quintana, Ramón Arias e Lucas Hernández; Nahitan Nández, Marcel Novick (Gastón Rodríguez), Guzmán Pereira e Cristian Rodríguez; Mauricio Affonso (Maximiliano Perg) e Junior Arias (Ángel Rodríguez). Técnico: Leonardo Ramos.
Gols:
0-1: Ramón Arias, aos 31 do 1º tempo;
1-1: Willian, a 1 do 2º tempo;
2-1: Dudu, aos 5 do 2º tempo;
2-2: Gastón Rodríguez, aos 30 do 2º tempo;
3-2: Fabiano, aos 54 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Felipe Melo, Yerry Mina e Dudu (Palmeiras); Guzmán Pereira, Mauricio Affonso, Hernán Petrik, Cristian Rodríguez, Gastón Rodríguez e Ramón Arias (Peñarol).
Cartão vermelho: Dudu (Palmeiras), aos 48 do 2º tempo.

****

Após vencer o Jorge Wilstermann, na 2ª rodada, com um gol aos 50 minutos do 2º tempo, o Palmeiras repetiu a dose contra o Peñarol, na 3ª rodada: o gol da vitória, do lateral Fabiano, saiu aos 54 minutos do 2º tempo (!!!).

****

Este foi o 22º confronto entre Palmeiras e Peñarol na história. Os registros mostram 10 vitórias do Palmeiras, 9 empates e 3 vitórias do Peñarol, 28 gols do Palmeiras e 15 gols do Peñarol. A lista com os 22 resultados pode ser conferida no meu post História - Palmeiras x Peñarol.

****

A dramática vitória foi a 80ª do Palmeiras na história da Copa Libertadores. Em 157 partidas pela competição, o Palmeiras tem 80 vitórias, 31 empates e 46 derrotas, 278 gols-pró e 182 gols-contra. As campanhas detalhadas podem ser revisitadas no meu post História - Palmeiras na Copa Libertadores.

****

Peñarol e Palmeiras voltarão a se encontrar na quarta-feira 26, no Estádio Campeón del Siglo, em Montevideo, capital do Uruguai, pela quarta rodada do Grupo 5 da Copa Libertadores. Após 3 rodadas disputadas, o Palmeiras lidera a chave, com 7 pontos ganhos (2 vitórias e 1 empate, 5 gols-pró e 3 gols-contra).

PCFilho

Ficha Técnica: Flamengo 2 x 1 Atlético Paranaense (12/04/2017)

Foto: Antonio Lacerda (EFE).

12/04/2017 - Flamengo 2 x 1 Atlético Paranaense - Maracanã (Rio de Janeiro)
Motivo: Copa Libertadores 2017, 1ª fase, 3ª rodada.
Público: 58.558 presentes (53.389 pagantes) - 2º maior do futebol brasileiro até aqui em 2017.
Renda: R$ 3.336.297,50.
Árbitro: Wilson Lamouroux (Colômbia).
Auxiliares: Wilmar Navarro (Colômbia) e Dionisio Ruiz (Colômbia).
Flamengo: Alex Muralha; Pará (Gustavo Cuéllar), Alejandro Donatti, Réver e Renê; Márcio Araújo, Willian Arão e Diego (Matheus Sávio); Gabriel (Marcelo Cirino), Paolo Guerrero e Miguel Trauco. Técnico: José Ricardo Mannarino.
Atlético Paranaense: Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Deivid (Luiz Otávio), Matheus Rossetto e Lucho González (João Pedro); Nikão, Douglas Coutinho e Eduardo da Silva (Grafite). Técnico: Paulo Autuori.
Gols:
1-0: Paolo Guerrero, aos 6 do 1º tempo;
2-0: Diego, aos 15 do 1º tempo;
2-1: Nikão, aos 13 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Alejandro Donatti e Pará (Flamengo); Paulo André (Atlético Paranaense).

****

Esta foi a 104ª partida do Flamengo na Copa Libertadores. O rubro-negro carioca obteve 55 vitórias, 21 empates e 28 derrotas, 197 gols-pró e 126 gols-contra na competição. As campanhas estão detalhadas no meu post História - Flamengo na Copa Libertadores.

****

Esta foi a 43ª partida do Atlético Paranaense na Copa Libertadores. O rubro-negro do Paraná acumula 21 vitórias, 8 empates e 14 derrotas, 64 gols-pró e 60 gols-contra na competição. As campanhas estão detalhadas no meu post História - Atlético Paranaense na Copa Libertadores.

****

Este foi o 58º duelo entre Flamengo e Atlético Paranaense: o equilibrado retrospecto agora mostra 24 vitórias do time carioca, 12 empates e 22 triunfos do quadro curitibano, 68 gols do Flamengo e 71 gols do Atlético Paranaense. A lista com todos os resultados pode ser conferida no meu post História - Atlético PR x Flamengo.

****

O gol do centroavante peruano Paolo Guerrero foi o primeiro dele na Copa Libertadores de 2017, e o oitavo na temporada de 2017.

O gol do meia Diego foi o segundo dele na Copa Libertadores de 2017 (ele havia marcado na vitória por 4 a 0 sobre o San Lorenzo). Ele saiu lesionado, teve que ser submetido a uma artroscopia, e ficará algumas semanas de fora das partidas.

O gol de Nikão foi o segundo dele na Copa Libertadores de 2017 (ele havia marcado no empate em 2 a 2 contra a Universidad Católica).

****

Atlético Paranaense e Flamengo voltarão a se enfrentar na quarta-feira 26, na Arena da Baixada, em Curitiba, em partida válida pela 4ª rodada da fase de grupos da Copa Libertadores de 2017.

PCFilho

domingo, 16 de abril de 2017

Ficha Técnica: Internacional 1 x 1 Corinthians (12/04/2017)

Foto: Wesley Santos (Agência PressDigital).

12/04/2017 - Internacional 1 x 1 Corinthians - Beira-Rio (Porto Alegre)
Motivo: Copa do Brasil 2017, 4ª fase, jogo de ida.
Público: 37.259 presentes (34.350 pagantes).
Renda: R$ 1.019.637,50.
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ).
Auxiliares: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (RJ).
Internacional: Marcelo Lomba; William, Léo Ortiz, Víctor Cuesta e Carlinhos; Rodrigo Dourado, Edenílson (Felipe Gutiérrez), Uendel e Andrés D'Alessandro; Nico López (Valdivia) e Brenner (Carlos). Técnico: Antônio Carlos Zago.
Corinthians: Cássio; Fagner, Fabián Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon (Camacho), Marquinhos Gabriel (Giovanni Augusto, depois Léo Jabá) e Rodriguinho; Ángel Romero e Clayton. Técnico: Fábio Carille.
Gols:
0-1: Ángel Romero, aos 7 do 2º tempo;
1-1: Rodrigo Dourado, aos 11 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Víctor Cuesta e Carlinhos (Internacional); Fagner, Maycon e Guilherme Arana (Corinthians).

****

Internacional e Corinthians já se enfrentaram mais de 80 vezes ao longo da história. O retrospecto geral e a lista com todos os resultados pode ser conferida no meu post História - Internacional x Corinthians.

****

Agora, o Internacional soma 128 jogos na história da Copa do Brasil, com 63 vitórias, 35 empates e 30 derrotas, 225 gols-pró e 116 gols-contra. Jogando em casa, o aproveitamento do Internacional na Copa do Brasil é excelente, com 61 jogos, 42 vitórias, 14 empates e somente 5 derrotas (para Londrina em 1993, Paraná em 1995, Juventude em 1999, Ceará em 2014 e Atlético Mineiro em 2016). Os colorados levantaram a taça uma vez, em 1992, ao vencer o Fluminense em uma decisão polêmica.

****

O Corinthians já conquistou 3 vezes a Copa do Brasil, nos anos de 1995, 2002 e 2009. Até hoje, o clube paulista já disputou 138 jogos pela competição nacional, com 73 vitórias, 32 empates e 33 derrotas, 239 gols-pró e 133 gols-contra.

PCFilho