sábado, 17 de junho de 2017

Efemérides tricolores - 17 de junho


1933: em partida válida pelo primeiro Torneio Rio-São Paulo, o Fluminense venceu a A. A. São Bento, em São Paulo capital, por 2 a 1, com dois gols de Tintas.

1934: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu o São Cristóvão por 1 a 0, gol de Pirica.

1943: em partida do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense goleou o Bangu por 6 a 2. Os gols tricolores foram marcados por Carreiro, Russo (2) e Maracaí (3).

1944: em jogo válido pelo Torneio Municipal, em São Januário, o Fluminense derrotou o Flamengo por 1 a 0, gol de Guido Baztarrica.

1950: na partida entre as Seleções Carioca e Paulista de Novos (1 x 3), o jovem meia-atacante Didi, do Fluminense, marcou o primeiro gol da história do Estádio do Maracanã.

1956: o Fluminense venceu o Porto por 3 a 0, diante de 101.745 pessoas (94.616 pagantes) no Maracanã, em jogo amistoso internacional. Os gols foram assinalados por Escurinho, Léo Briglia e Telê. A partida foi uma revanche do duelo do ano anterior, em que o Porto vencera o Fluminense por 3 a 1, no Estádio das Antas, em Portugal.

1961: na sequência do giro por Europa e África, o Fluminense derrotou o Espanyol por 2 a 1, no Estádio Sarrià, em Barcelona, com dois gols do centroavante Waldo. Após jogar em Portugal, Egito, Bulgária, França e Itália, esta foi a primeira de três partidas na Espanha.

1973: no dia seguinte à vitória por 4 a 2 no primeiro duelo, o Fluminense voltou a enfrentar a Seleção da Zâmbia, desta vez no Estádio Municipal de Lusaka. Neste segundo duelo, houve empate em 2 a 2, com dois gols de Dionísio. O centroavante chegou a marcar o gol da vitória tricolor, mas a jogada foi mal anulada, com o árbitro marcando impedimento em cruzamento da linha de fundo. Reconhecendo o esforço dos jogadores, os dirigentes tricolores pagaram o "bicho" combinado para vitória. O saldo da excursão pela África passou a ser de 5 vitórias e 1 empate.

1976: em partida válida pelo Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense venceu o Olaria por 1 a 0, gol de Luís Alberto, de cabeça. A Máquina Tricolor terminaria aquela competição consagrada como bicampeã.

1979: em jogo do Campeonato Carioca, o Fluminense ganhou por 4 a 1 da ADN, no Caio Martins, em Niterói. Os gols tricolores foram de Nunes, Fumanchu (2) e Geraldinho.

****

Aniversariantes do dia:

Severino Franco da Silva, o Lagarto (1898), meia-direita gaúcho com 39 gols em 97 jogos pelo Fluminense, entre as temporadas de 1924 e 1931. Com a camisa tricolor, foi campeão carioca em 1924. Pela Seleção Brasileira, foi vice-campeão no Sul-Americano de 1925.

Nilton dos Santos (1933), lateral-esquerdo com 5 atuações pelo Fluminense na temporada de 1966 (observação: não se trata do famoso Nilton Santos, ídolo do Botafogo, apesar do mesmo nome e da mesma posição no campo - Nilton dos Santos fez história no Bangu, tendo mais de 500 partidas pelo clube da Zona Oeste.)

Diego de Souza Andrade, o Diego Souza (1985), meia-atacante formado pelo Fluminense, com 9 gols marcados em 80 partidas pelo time profissional, entre 2003 e 2016. Na primeira passagem, foi campeão carioca em 2005; na segunda, conquistou a Copa da Primeira Liga em 2016.

Rafael Augusto Sóbis do Nascimento, o Rafael Sobis (1985), atacante com 41 gols em 175 jogos pelo Fluminense, entre as temporadas de 2011 e 2014. Foi campeão do Carioca e do Brasileiro em 2012.

PCFilho

2 comentários:

  1. O primeiro gol do Maracanã foi de Didi, em 1950.

    O primeiro gol do Novo Maracanã foi de Fred, em 2013.

    Ambos jogadores do Fluminense. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fluminense, sinônimo de pioneirismo. :)

      Excluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.