quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Efemérides tricolores - 24 de agosto



1910: em amistoso internacional no campo da rua Guanabara (atual Estádio de Laranjeiras), o Fluminense sofreu a maior goleada de sua história: 10 a 1 para o Corinthian, da Inglaterra. Oswaldo Gomes abriu o placar para o Fluminense na primeira jogada, antes mesmo de o time estrangeiro tocar na bola. Porém, os experientes atletas ingleses não se abalaram, souberam impor seu jogo e construíram a goleada. A torcida aplaudiu ambas as equipes pela exibição histórica (a primeira de um clube europeu no Brasil). Em iniciativa pioneira, o Fluminense patrocinou a vinda do Corinthian ao Brasil, de modo a testar a evolução do futebol brasileiro: eles ainda jogariam mais duas vezes no Rio de Janeiro (contra a Seleção Carioca e um Combinado Brasileiro) e três vezes em São Paulo, vencendo todas as partidas. Nossos futebolistas dos primórdios parecem ter tirado lições daqueles jogos históricos: três anos depois, o mesmo Corinthian voltaria ao Rio de Janeiro, e seria derrotado pela Seleção Carioca, na estreia de Welfare com a camisa do Fluminense (vide 21 de agosto).

1919: em jogo válido pelo turno do Campeonato Carioca, na rua Paysandu, o Fluminense derrotou o Flamengo por 3 a 1, numa exibição de gala. Machado (2) e Zezé marcaram os gols do Fluminense, e Emmanuel Augusto Nery fez o do Flamengo, sendo aplaudido por todos, no último jogo de sua carreira. A partida teve assistência de cerca de 15 mil pessoas, igualando o maior público da história do primeiro estádio do Flamengo (o Fla-Flu de 23/06/1918). O Tricolor assumia ali a liderança do Campeonato, com seis vitórias e uma derrota em sete jogos. O jornal "O Paiz" escreveu: "Marcos, Vidal, Netto, Laís, Oswaldo, Fortes, Celso, Zezé, Welfare, Machado e Bacchi assumiram, com o brilhante triumpho que obtiveram, e pela assombrosa maneira por que actuaram, um compromisso de honra para com os seus afficionados: o de não serem derrotados até o final do campeonato". A profecia seria cumprida: aquele timaço tricolor venceria todos os jogos subsequentes, até a conquista do tricampeonato, no jogo do returno contra o mesmo Flamengo (vide Tudo é Fla-Flu, o resto é paisagem).
A profecia escrita no Jornal "O Paiz" de 25 de agosto de 1919.

1930: em amistoso em São Januário, o Fluminense ganhou por 3 a 2 do America, e recebeu a Taça Char de la Victoire. Preguinho (2) e Lagarto marcaram os gols do Fluminense, e Fragoso e Sobral assinalaram os do America.

1941: em partida válida pelo segundo turno do Campeonato Carioca, o Fluminense goleou o Bonsucesso por 5 a 2, na avenida Teixeira de Castro. Os gols tricolores no jogo foram de Carreiro (2), Luis Maria Rongo (2) e Tim. Aquele timaço tricolor conquistaria o título do Campeonato Carioca, com uma campanha sensacional de 22 vitórias em 28 jogos, e o melhor ataque da história da competição (106 gols-pró).

1952: no primeiro jogo após a conquista do Campeonato Mundial de Clubes, o Fluminense estreou no Campeonato Carioca com uma vitória tranquila: 6 a 1 sobre o Bonsucesso, em São Januário. Os gols tricolores foram de Marinho (2), Orlando Pingo de Ouro (2), Didi e Quincas.

1960: na partida de ida da primeira fase da Taça Brasil, o Fluminense derrotou o Fonseca por 3 a 0, no Caio Martins, em Niterói, com gols de Telê, Jair Francisco e Waldo. Em 1959, o Fluminense havia conquistado o Campeonato Carioca, competição disputada pelos clubes da cidade do Rio de Janeiro, então Distrito Federal; e o Fonseca havia vencido o Campeonato Fluminense, competição disputada pelos clubes do Estado do Rio de Janeiro, cuja capital era Niterói. A Taça Brasil era um torneio criado em 1959, com os campeões estaduais do ano anterior, para definir o clube brasileiro que disputaria a Copa Libertadores do ano seguinte. Em 1960, o Fluminense participava pela primeira vez da Taça Brasil.

1974: em jogo da quinta rodada do Campeonato Carioca, no Estádio do Maracanã, o Fluminense venceu o Bangu por 4 a 0, gols de Kléber, Toninho Baiano (de pênalti) e Gil (dois).

1980: em partida da segunda rodada do Campeonato Carioca, diante de 6.880 pagantes no Estádio Atílio Marotti, em Petrópolis, o Fluminense ganhou por 3 a 2 do Serrano, com três gols do centroavante Cláudio Adão. Com duas vitórias em dois jogos, o Fluminense iniciava uma bela campanha, em que, com um time de jovens formados em casa, voltaria a ser campeão estadual.

1991: em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Carioca, o Fluminense ganhou por 3 a 1 do Campo Grande, em Ítalo del Cima. Os gols tricolores na partida foram de Renato Carioca, Marcelo Barreto e Ézio.

1992: o Fluminense estreou no Campeonato Carioca com vitória: 4 a 0 sobre o América de Três Rios, gols de Maldonado, Ézio (2) e Wagner, no Estádio de Laranjeiras.

1994: em jogo da quarta rodada do Campeonato Brasileiro, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu o Internacional por 2 a 1, de virada. Daniel Frasson abriu o placar para o clube gaúcho já no segundo tempo, mas o Fluminense conseguiu a virada, com gols de Welton e Ézio.

1995: em partida da segunda rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense obteve a segunda vitória na competição: 1 a 0 sobre o Bahia, no Estádio de Pituaçu, em Salvador. O gol da vitória tricolor aconteceu nos primeiros minutos do jogo, em cabeçada de Renato Gaúcho.

2014: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio do Maracanã, o Fluminense goleou o Sport Recife por 4 a 0, gols de Cícero, Fred (2) e Darío Conca.

****

Aniversariantes do dia:

José Antunes Coimbra Júnior, o Antunes (1944), meio-campista com 13 gols marcados em 36 partidas pelo Fluminense, entre as temporadas de 1963 e 1966. Ele é o irmão mais velho de Eduardo Antunes Coimbra, o Edu, que foi treinador do clube em 1993, e de Arthur Antunes Coimbra, o Zico, grande ídolo da história do Flamengo.

Sandro Luiz Scapin (1967), zagueiro que defendeu o Fluminense entre as temporadas de 1990 e 1992, tendo marcado 6 gols em 73 partidas pelo clube. Seu gol mais importante foi o do empate com o Sport Recife, na semifinal da Copa do Brasil de 1992, que garantiu a classificação do Fluminense para a decisão.

Leandro Domingues Barbosa (1983), meio-campista com 5 atuações pelo Fluminense na temporada de 2009.

PCFilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.