quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Efemérides tricolores - 31 de agosto


1919: em partida válida pelo turno do Campeonato Carioca, no campo da rua Prefeito Serzedelo Correia, o Fluminense venceu o Andarahy por 6 a 0, gols de Welfare (3), Zezé, Bacchi e Machado. Com sete vitórias e uma derrota, o Fluminense seguia na liderança da competição - na qual venceria todas as partidas até garantir o título, contra o Flamengo, em dezembro.

1924: em amistoso no campo do America, na rua Campos Sales, o Fluminense goleou o Syrio e Libanez por 6 a 0, gols de Zezé, Lagarto (3) e Nilo (2).

1941: em partida válida pelo segundo turno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense provou sua força, vencendo o America por 4 a 3, após estar perdendo por 3 a 0. A vitória foi fundamental, para manter a distância para o líder Flamengo em apenas 4 pontos. Com dois gols de Plácido e um de Hamilton, o America abriu 3 a 0 aos 26 minutos do primeiro tempo, para espanto do público no estádio tricolor. Aos 32, o Fluminense teve a chance de descontar, com um pênalti, mas Mozart defendeu a cobrança de Norival - a tarde parecia mesmo destinada a ser um desastre. Porém, o impossível não existe para o Tricolor. Aos 36, Pedro Nunes marcou o primeiro gol do Fluminense, de cabeça, em assistência de Norival. No último lance do primeiro tempo, Tim chutou forte, de dentro da área, para diminuir o placar para 3 a 2. Aos cinco da etapa complementar, Osny fez falta em Carreiro dentro da área, e Tim converteu o pênalti, empatando o jogo. Aos 24, Carreiro cruzou rasteiro e Tim fez o gol da virada épica: Fluminense 4 a 3! Aquele timaço tricolor, que conquistara 4 dos 5 Campeonatos anteriores, seguiria firme na perseguição ao Flamengo, rumo a mais um título (que seria conquistado com um ponto de vantagem sobre o rival rubro-negro). Esta partida contra o America é, até hoje, a maior virada da história do Fluminense.

1952: na segunda rodada do Campeonato Carioca, o Fluminense ganhou por 2 a 1 do São Cristóvão, no Estádio de Laranjeiras. Os gols dos campeões mundiais foram de Marinho e Orlando Pingo de Ouro.

1957: em jogo válido pelo turno do Campeonato Carioca, no Estádio do Maracanã, o Fluminense venceu o Bonsucesso por 3 a 0, gols de Léo Briglia (2) e Jair Sant'Anna.

1958: em partida válida pelo turno do Campeonato Carioca, no Estádio Caio Martins, em Niterói, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Canto do Rio, gol de Mozart, cobrando falta.

1960: na partida de volta da primeira fase da Taça Brasil, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense derrotou o Fonseca por 8 a 0, gols de Maurinho (2), Waldo (2), Jair Francisco (3) e Paulinho Omena. Em 1959, o Fluminense havia conquistado o Campeonato Carioca, competição disputada pelos clubes da cidade do Rio de Janeiro, então Distrito Federal; e o Fonseca havia vencido o Campeonato Fluminense, competição disputada pelos clubes do Estado do Rio de Janeiro, cuja capital era Niterói. A Taça Brasil era um torneio criado em 1959, com os campeões estaduais do ano anterior, para definir o clube brasileiro que disputaria a Copa Libertadores do ano seguinte. Em 1960, o Fluminense participava pela primeira vez da Taça Brasil. Na fase seguinte do torneio, o Tricolor enfrentaria o Cruzeiro, então campeão mineiro.

1969: diante de uma multidão de 183.341 pagantes no Maracanã (o maior público pagante da história do futebol), a Seleção Brasileira venceu o Paraguai por 1 a 0, com um gol de Pelé, e se classificou para a Copa do Mundo de 1970. O Fluminense estava representado na Seleção pelo goleiro Félix, que teve boa atuação. No mesmo dia, o Fluminense ganhou por 2 a 0 da Desportiva Ferroviária, em amistoso no Estádio Engenheiro Araripe, em Cariacica, gols de Marco Antônio e Flávio.

1977: em jogo do Campeonato Carioca, no Estádio do Maracanã, o Fluminense venceu o Olaria por 2 a 1. Os gols tricolores foram assinalados por Marinho Chagas (de pênalti) e Rivellino.

1980: em partida válida pela terceira rodada do Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense ganhou por 4 a 0 do Botafogo, com gols de Gilberto, Zezé e Cláudio Adão (2). Com três vitórias em três jogos, o jovem time do Tricolor iniciava a campanha que terminaria com a conquista de mais um campeonato estadual.

1986: o Fluminense estreou no Campeonato Brasileiro com uma vitória dramática: 1 a 0 sobre o Bangu, no Estádio do Maracanã, com um gol de Valbert, aos 43 minutos do segundo tempo.

2005: na partida de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana, o Fluminense perdeu para o Santos por 2 a 1, na Vila Belmiro (o gol tricolor foi de Tuta, de voleio). Como o Fluminense vencera pelo mesmo placar em 17 de agosto, a vaga foi definida em disputa de pênaltis, que o Fluminense venceu por 4 a 2. Na fase seguinte da competição, o Tricolor enfrentaria o Banfield, da Argentina.

2008: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, perante 60.145 pessoas no Maracanã, o Fluminense empatou em 2 a 2 com o Flamengo. Os gols tricolores foram de Darío Conca, aos 11 do primeiro tempo, e Maurício, aos 22 da etapa final.

2011: em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense ganhou por 2 a 1 do São Paulo, no Estádio do Morumbi, em São Paulo. Os gols tricolores foram marcados por Lanzini e Rafael Sobis.

2014: em jogo do Campeonato Brasileiro, o Fluminense empatou em 1 a 1 com o Corinthians, no Itaquerão (o gol tricolor foi de Fred). A arbitragem impediu a vitória tricolor, anulando um gol legítimo de Henrique e deixando de marcar um pênalti claro em Fred (vide Caiu em Itaquera, o juiz opera!).
Só o juiz não viu...

2016: na partida de ida da quarta fase da Copa do Brasil, no Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, o Fluminense empatou em 1 a 1 com o Corinthians. O gol tricolor foi de Marquinho, aos 36 minutos do primeiro tempo. No jogo de volta, em 21 de setembro, o Fluminense seria eliminado com uma derrota por 1 a 0, devido à arbitragem escandalosamente favorável ao adversário (vide, de novo, Caiu em Itaquera, o juiz opera!).

****

Aniversariantes do dia:

Carlos de Castro Borges, o Cacá (1932), lateral-direito com 121 atuações pelo time principal do Fluminense, entre as temporadas de 1955 e 1958. Com a camisa tricolor, foi campeão do Torneio Rio-São Paulo de 1957. Cacá dividia seu tempo entre a carreira no futebol e o curso de engenharia na Pontifícia Universidade Católica, em que se formou em 1958. Faleceu recentemente, em 7 de junho de 2017, vítima de câncer.
Cacá, campeão do Rio-SP pelo Flu, em 1957.

Robson Cândido da Silva (1973), zagueiro que integrou o plantel do Fluminense na temporada de 1999, tendo atuado em três partidas do Campeonato Carioca daquele ano.

PCFilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.